Google Adsense Topo
CRIME HEDIONDO

Homem de 40 anos engravida menina de 13, que morre durante o parto

Francinaldo Moraes dizia ser "casado" e, segundo testemunhas, se relacionava com a menina desde que ela tinha 9 anos. Caso ocorreu no interior do Pará

29/10/2020 06h35
Por: Jorge Rocha
Fonte: O LIBERAL
71

Um homem identificado como Francinaldo Moraes, de 41 anos, engravidou a menina L.C., de 13 anos, que morreu durante o parto na última segunda-feira (26) em Uruará, no interior do Pará.

Nas redes sociais, Francinaldo dizia que era “casado” com L. e colocou fotos da menina grávida. Em um novo perfil criado no Facebook nesta terça-feira (27), o homem lamenta a morte da menina.

“Nós nunca estamos preparados pra perder alguém q amamos,mas vc é tão especial e importante,q Deus quis vc meu amor perto dele! Vc foi a melhor esposa, amiga,companheira! Sentirei muito sua falta. Mas agora vc vai brilhar no céu, ao lado de Deus! Te amarei eternamente”, escreveu.

Segundo o jornal O Liberal, testemunhas afirmam que Francinaldo já se relacionava com a menina desde que ela tinha nove anos, mas só teve o consentimento da família quando ela completou 13 anos.

A relação fere o Estatuto da Criança e Adolescente e o Código Penal, que classifica como “estupro de vulnerável” o ato sexual com menores de 14 anos. A pena para o crime – hediondo e inafiancável – é de 15 anos de prisão.

A menina teria morrido por complicações durante o parto. O bebê também não teria sobrevivido ao procedimento.

Polícia Civil de Uruará informou que a jovem morreu em um município vizinho, mas que o caso foi tramitado para a cidade para ser apurado por lá e que as investigações estão em fase inicial.