Google Adsense Topo
MACEIÓ

Ex-deputado Alcides Muniz Falcão morre aos 90 anos; veja trajetória dele na política

Morreu na noite desta terça-feira (11), o ex-deputado estadual Alcides Muniz Falcão, 90 anos. Alcides estava lutando contra um câncer de pulmão.

11/11/2020 11h34
Por: Jorge Rocha
26

Morreu na noite desta terça-feira (11),  o ex-deputado estadual Alcides Muniz Falcão, 90 anos. Alcides estava lutando contra um câncer de pulmão.

Nas redes sociais, o deputado e presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas, Marcelo Victor comunicou o falecimento e escreveu: “Integrante de uma família de origem pernambucana, que aqui se estabeleceu e fez história na política alagoana, Alcides foi vereador por Maceió por duas legislaturas. A partir de 1966, pelo voto popular, conquistou seis mandatos consecutivos de deputado estadual, sempre priorizando sua ação parlamentar em defesa da valorização do funcionalismo público. Suplente de senador, ele ainda chegou a assumir a titularidade de uma cadeira no Senado da República. Em sua homenagem, faço este registro e transmito meus sentimentos aos seus familiares e amigos”.

Quem era Alcides Muniz Falcão?

Natural de Ouricuri (PE). Alcides vem de uma família que, no passado, construiu um legado político.  Seu irmão Djalma Falcão foi prefeito de Maceió, deputado federal (1967-1971;1983-1985) e senador (1998-1999). Seu outro irmão Sebastião Marinho Muniz Falcão foi deputado federal por Alagoas (1951-1956 e 1963-1966) e governador do estado (1956-1961). Tinha ainda como irmãos Pedro Marinho Muniz Falcão (Camucé), ex-vereador de Maceió e José Muniz Falcão, todos filiados ao MDB.

Alcides Falcão iniciou sua vida política elegendo-se vereador de Maceió no pleito de novembro de 1958 na legenda do Partido Social Progressista (PSP). Assumiu o mandato em março do ano seguinte. Reeleito em novembro de 1962, assumiu a vaga no início de 1963. Nesta legislatura foi primeiro-secretário da casa no biênio 1962-1964 e novamente indicado para o período 1964-1966. Em 1965 filiou-se ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), partido de oposição ao regime militar instaurado no país em abril de 1964.

No pleito de novembro de 1966 concorreu a uma cadeira na Assembléia Legislativa de Alagoas. Eleito, iniciou o mandato em março de 1967. Concorreu à reeleição em 1970, iniciando os trabalhos em 1971. Novamente se reelegeu para a legislatura de 1974 a 1978, durante a qual foi presidente do diretório regional e líder de bancada do MDB.

Nas eleições de 1978 foi reeleito deputado estadual, assumindo o mandato em março do ano seguinte. Com a extinção do bipartidarismo em 29 de novembro de 1979 e a conseqüente reformulação partidária, filiou-se ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), sendo um dos fundadores desta agremiação em Alagoas.

Concorreu pela quarta vez consecutiva a uma vaga na Assembléia no pleito de novembro de 1982 e mais uma vez foi eleito. Iniciou novo mandato no início do ano seguinte. Novamente reeleito em novembro de 1986, cumpriu toda a legislatura 1987-1991. Durante essas seis legislaturas de deputado estadual foi terceiro-secretário da Assembléia e presidente do diretório regional e líder de bancada do PMDB.

No pleito de outubro de 1990 foi candidato a suplente de senador, na chapa encabeçada por Guilherme Palmeira. Com o afastamento do titular devido a assuntos pessoais, assumiu sua vaga no Senado em junho de 1998.

Prefeitura lamenta morte de ex-deputado

A Prefeitura de Maceió lamenta o falecimento do ex-deputado Alcides Muniz Falcão, um dos mais destacados homens públicos de Alagoas, ao tempo em que se solidariza e presta suas condolências à família e amigos neste momento de dor.