Google Adsense Topo
SERTÃO

Jovem que sofreu atentado em 2018 e viu sua companheira ser assassinada é encontrado morto

France Francisco da Silva, 27 anos, foi assassinado com arma branca, caso aconteceu na madrugada deste domingo, 22, no Sítio Logrador em Água Branca.

23/11/2020 10h53Atualizado há 2 meses
Por: Jorge Rocha
Fonte: Sertao24horas
16

Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, 22, no Sítio Logrador, zona rural de Água Branca no Sertão de Alagoas. A vítima foi identificada como France Francisco da Silva, 27 anos, ele foi assassinado com golpes de arma branca enquanto bebia, o autor não foi identificado.

France Francisco já havia sofrido um atentado também por arma branca no mês de junho de 2018, ocasião essa que sua companheira de 17 anos foi assassinada por um homem identificado como “José” que era padrasto de France Francisco, na época e utilizou um machado para praticar o crime.

De acordo com o chefe de operações da Polícia Civil, a mãe de France Francisco, identificada como Maria Aparecida da Silva, procurou a polícia para denunciar que estava participando de uma festa de aniversário e ao retornar para sua residência encontrou o seu filho sem vida e com o corpo cheio de perfurações provocadas por arma branca. Ela ainda disse a polícia, que ao sair na noite anterior deixou o seu filho em casa sozinho consumindo bebida alcoólica.

O corpo do rapaz foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML).

Agora a Polícia Civil irá investigar se os dois casos têm ligação, uma vez que o autor do crime de 2018, segue foragido.

O caso:

Uma tragédia familiar foi registrada na noite deste domingo, no Povoado Corvões de Baixo, no município de Água Branca, no Sertão de Alagoas. Um homem matou uma adolescente de 17 anos e feriu o seu enteado. O criminoso foi identificado apenas como ‘José’, ele utilizou um machado para cometer os crimes.

Segundo a polícia, Maria Fernanda dos Santos estava dormindo junto com seu companheiro Francisco da Silva, quando foram surpreendidos pelo homem que estava com um machado e iniciou os ataques.  Maria Fernanda foi atingida várias vezes e morreu no local, já Francisco da Silva conseguiu escapar e foi socorrido por populares.

Ele foi levado para o Hospital de Água Branca, mas devido o estado de saúde foi transferido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA-24h) de Delmiro Gouveia, onde recebeu os primeiros socorros. Por não apresentar melhorias no quadro de saúde, o rapaz foi novamente transferido, só que dessa vez para a Hospital do Agreste, Daniel Houly em Arapiraca.

A Polícia Militar foi informada do caso, através de funcionários do Hospital. Com apoio do Pelotão de Operações Especiais (PELOPES), a guarnição do grupamento local foi até o povoado onde realizou buscas, mas ninguém foi preso. O lugar onde ocorreu o crime foi isolado, até a chegada da Polícia Civil.

O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Arapiraca. O caso será investigado pelo delegado Rodrigo Rocha Cavalcanti.